24/12/2010

Palestra no encontro de formadores UCA no Rio de Janeiro

Aconteceu no último dia 21 de dezembro, no auditório do Colégio Santo Inácio, em Botafogo, na cidade do Rio de Janeiro, o I Encontro UCA do Rio, o EUCARIO.
Organizado pela coordenação do Projeto UCA no Estado do Rio de Janeiro, o evento reuniu formadores de diferentes municípios que atuam no projeto.
O professor Simão Pedro P. Marinho proferiu a palestra de abertura do evento, abordando como tema central  a web 2.0  como espaço para o letramento digital.
Na palestra, o professor apontou como incorporar os conceitos de alfabetização e  letramento do mundo digital e buscou mostrar, com exemplos, como diversas interfaces da Web 2.0 podem ser incorporadas no cotidiano da sala de aula na perspectiva dos alunos interagirem, produzirem e compartilharem conteúdos, buscarem informações e comunicarem-se eficientemente em ambientes digitais.

18/12/2010

Agenda de formação UCA em Minas Gerais - Parte 2

Essa é a segunda parte da agenda de formação  do projeto UCA de Minas, atualizada em 18/12/2010.
A primeira parte também está disponível. Para vê-la, basta clicar aqui.

Agenda de formação UCA em Minas Gerais - Parte 1

O blog do projeto UCA em Minas Gerais é entendido pela equipe também como uma espécie de relatório, de prestação de contas do trabalho que executamos.
Por isso periodicamente colocamos aqui dados atualizados da agenda de formação e outras informações que julgamos imporatantes.
Agora tornamos pública a parte 1 da agenda de formação UCA em Minas, atualizada em 18/12/2010. Veja também a segunda parte da agenda.

29/11/2010

Curso sobre o UCA no Portal dos Professores

Os professores Maurício Andrea Andrioli e Mary Grace Martins, da Universidade de São Paulo, são autores do curso sobre Computador e Internet, focado no Programa Um Computador por Aluno (UCA), disponível no Portal do Professor.

Em três aulas, é possível compreender a história da evolução dos computadores e da Internet; analisar dados estatísticos referentes ao acesso ao computador e Internet em diferentes regiões do Brasil e sua evolução; propor uma estratégia para orientação a respeito dos primeiros passos referentes ao uso do computador e da Internet a membros da comunidade que não conheçam ainda estas possibilidades.

Para acessar o curso, clique aqui.

Encerramento da formação presencial em BH: depoimento

28/11/2010

Encerramento da formação presencial em BH: depoimentos

Encerramento da formação presencial em BH: prof. Jorge Dantas

Geração Digital

Mais um vídeo legendado, para ajudar o professor a pensar afinal quem é seu aluno e, assim esperamos, reconhecer a urgente necessidade de incorporar as tecnologias digitais de informação e comunicação no currículo.
Esse vídeo é do projeto Edutopia, da George Lucas Educational Foundation,  que declara ter como objetivo a melhoria dos processos de aprendizagem no segmento K-12 ao documentar, disseminar e defender estratégias inovadoras replicáveis capazes de prepar os jovens estudantes para que alcançem o sucesso no futuro educacional, nas carreiras profissionais e na vida adulta.

26/11/2010

Dicas úteis para o uso do Classmante do Uca (Uquinha)

Produzido pelo prof. Jorge Dantas

UCA Total Tiradentes

No último dia 18 aconteceu a solenidade de lançamento do Projeto UCA em Tiradentes, MG.
Presentes várias autoridades, dentre elas  o prefeito municipal, Nilzio Barbosa , a secretária de Educação de Tiradentes, Magda Amália Morestegan e, na qualidade de representante do MEC, Mauro Cândido Moura, da SEED.
Jeanderson Marostegan, do NTM de Tiradentes, documentou todos os eventos do lançamento do UCA Total Tiradentes. Basta clicar aqui para ver as fotos.

21/11/2010

Conheça um pouco mais sobre o Portal do Professor

Formação em Minas Gerais

A formação de professores em Minas Gerais prossegue com as aulas presenciais em Belo Horizonte e os contatos iniciais com as secretarias de educação de Almenara e Carmos da Cacheira. Nessas cidades e em Barbacena e Ituiutaba, deverão acontecer, até dezembro, as reuniões locais para definição dos cronogramas de formação.

Outras seis cidades aguardam definições sobre a instalação da infraestrutura nas escolas e envio dos laptops.

No próximo dia 26, terminam os encontros com os professores da capital .

10/11/2010

Nossos jovens e a internet



O que nossos adolescentes, entre 13 e 17 anos, andam fazendo na internet?
É o que revela uma pesquisa encomendada pela McAfee que buscou investigar os hábitos online de adolescentes brasileiros, que foi divulgada hoje.
Clique aqui para saber mais.

05/11/2010

Carta Capital: Os laptops, enfim, chegam à sala de aula

O Brasil começa a distribuir os equipamentos do projeto Um Computador por Aluno

No fim de setembro, 300 escolas de todo o País começaram a receber 150 mil computadores portáteis por meio do projeto piloto Um Computador por Aluno (UCA), capitaneado pelo Ministério da Educação. A ideia de que seria possível distribuir uma máquina de baixo custo por aluno foi apresentada pela ONG norteamericana One Laptop Per Child (OLPC), durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. Leia mais

03/11/2010

Lembranças da formação de professores - Escolas UCA em BH

Uma das coleções de imagens que fizemos durante a formação nas escolas UCA em Belo Horizont, agora  em formato de vídeo criado no Stupeflix.


Manual de Ferramentas da Web 2.0 para Professores




Produzido e distribuído no Encontro sobre Web 2.0, em Portugal, em 2008.

Disponível para download gratuito aqui.

29/10/2010

Gravação de áudio no Classmate

A Metasys publicou um tutorial para gravação de áudio no Classmate. Para acessá-lo clique aqui.

27/10/2010

Formação dos professores das escolas UCA em BH entra na segunda semana

Já estamos na segunda semana de formação de professores das escolas UCA de Belo Horizonte e do pessoal da GPLI/SMED.
A biblioteca da EM Levindo Lopes transformou-se em sala de aula. Nela, com olhares atentos e mãos nos teclados e mouses, professores entusiasmados, distribuídos em quatro turmas, constroem conhecimentos sobre os fundamentos do uso do  laptop Classmate PC, na perspectiva de se apropriarem dessa tecnologia.


12/10/2010

Equipe UCA da PUC Minas faz o planejamento estratégico para a formação UCA em Roraima

Do jornal Folha de Boa Vista, em Roraima

Os professores das escolas contempladas com o projeto piloto Um Computador por Aluno (UCA), participam desde ontem (6) de uma aproximação tecnológica. A ação, realizada por uma equipe de técnicos da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC/Minas, tem como objetivo principal apresentar a nova ferramenta – os laptops - para os docentes. Saiba mais...

08/10/2010

Crianças, computador e internet

57% das crianças de 5 a 9 anos já usaram computador, número superior à proporção geral da população com mais de 10 anos que teve acesso ao equipamento: 53%. Mas muito inferior ao acesso observado em pessoas na faixa etária de 10 a 24 anos, que está em 85%.
57% das crianças já usaram um computador, mas apenas 28% afirmam ter navegado na internet. Apenas 15% dos domicílios selecionados pela pesquisa tinham acesso à internet.
Na lista de locais de acesso utilizados com mais freqüência, os domicílios aparecem com 46%, as LAN  houses ficam com 17% e as escolas 14%.

Esses são alguns dados da pesquisa da CGI.BR de 2009, recém-publicada, sobre o uso de tecnologias digitais por crianças no Brasil

O relatório está disponível on-line, gratuitamente.  Basta clicar aqui para ter acesso.

06/10/2010

Governo compra 600 mil laptops para programa de ensino

São Paulo - O governo pode gastar R$ 213 milhões com a compra de até 600 mil laptops para o programa Um Computador por Aluno (UCA). A aquisição é resultado de um pregão eletrônico de registro de preços realizado sem alardes e que teve a Positivo Informática como vencedora, na terça-feira (5).

Reportagem de Luís Osvaldo Grossmann e Luiz Queiroz, do Convergência Digital, informa que o pregão foi dividido em dois lotes. O primeiro destinará 400 mil laptops às regiões Centro-Oeste, Norte e Sudeste; o outro levará 200 mil máquinas às regiões Nordeste e Sul.

A disputa foi aberta no dia 29 de setembro, mas precisou ser adiada porque os interessados não apresentavam propostas competitivas. Os poucos lances tinham valores extremamente altos, sendo que surgiram propostas de até R$ 3 mil por unidade. Apenas na última segunda-feira (4) é que os preços baixaram e alcançaram a casa dos R$ 400.

Foi aí que a Positivo conseguiu levar. O primeiro lote, a empresa venceu com o preço de R$ 344,18 por cada computador. A soma dos 400 mil revela que a compra deve alcançar o valor de R$ 137,6 milhões. Já o segundo lote saiu por R$ 376,94 unitário, podendo chegar aos R$ 75,3 milhões, por serem 200 mil máquinas.

Mas pode ser que o governo não adquira realmente tudo o que pediu. Como o pregão foi realizado dentro da modalidade de registro de preço, com validade de 12 meses, o fato de o fornecedor ter sido escolhido não obriga o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) a comprar tudo.

A negociação se refere à segunda etapa do UCA, que destina laptops a quem cursa o ensino básico da rede pública. Na primeira fase, 150 mil laptops foram comprados da Digitalbras/CCE ao preço de R$ 550 cada, um total de R$ 82,5 milhões.

Fonte: Portal Exame

22/09/2010

Armários para acondicionamento e carregamento de laptops

Um item da infraestrutura das escolas UCA sob responsabilidade da própria escola, em associação com a Secretaria de Educação à qual está vinculada, é assegurar os armários que permitirão o acondicionamento dos laptops - no caso dos alunos não os levarem para casa - e o carregamento de suas baterias.
A equipe UCA da Universidade Federal do Ceará desenvolveu um projeto de armário.



21/09/2010

19/09/2010

Reunião de planejamento em Belo Horizonte

Nos dias 21 e 22 de setembro, a equipe do UCA Minas ser reúne com representantes da Secretaria Municipal de Educação, professores, diretores e coordenadores das escolas de Belo Horizonte  para  planejamento estratégico da formação na capital mineira.

Confirma a programação:

DIA 21/09/10 – 3ª feira
Local: Sala de Multimeios – 3º andar - SMED
08:00 - Abertura do encontro
Representante da Secretaria da Municipal de Educação de Belo Horizonte
Corina Soares Giovanini – GPLI/SMED
Simão Pedro P. Marinho [PUC Minas - GT UCA MEC/SEED]
08:30 – Apresentação dos participantes
09:00 – UCA, da ousadia tecnológica à inovação educacional
Responsável: Simão Pedro P. Marinho [PUC Minas]
10:30 – Intervalo
11:00 – Discussão e apresentação do plano de atividades
Responsável: Simão Pedro P. Marinho [PUC Minas]
12:00 – Almoço
13:00 – Planejamento estratégico – Conceitos fundamentais e metodologia
Responsável: Simão Pedro P. Marinho [PUC Minas]
14:00 - Planejamento estratégico – Oficina
Responsável: Lucila Ishitani [PUC Minas]
15:30 – Intervalo
16:00 – Planejamento da Formação Brasil UCA BH. Construção de uma agenda [grupos]
Moderadores: Lucila Ishitani [PUC Minas], Alessandra Marinho [PUC Minas - SMED]
17:00 – Encerramento das atividades do 1º dia


DIA 22/09/10 – 4ª feira
Local: Sala de Multimeios – 3º andar - SMED
08:00 – Aproximação tecnológica: o laptop do Projeto UCA
Responsável: Jorge Dantas [PUC Minas]
10:00 – Intervalo
10:30 – Aproximação tecnológica: o ambiente e-Proinfo
Responsável: Vanessa Luciene de Assis [PUC Minas]
12:00 – Almoço
14:00 – Planejamento da Formação Brasil UCA BH. Apresentação das propostas dos grupos
Moderadores: Alessandra Marinho [PUC Minas - SMED], Alessandra Reis [PUC Minas] e
Luciane Cruz [PUC Minas]
15:30 - Intervalo
16:00 - Planejamento da Formação Brasil UCA BH. Elaboração da agenda final
Moderadores: Alessandra Marinho [PUC Minas - SMED], Corina S. Giovanini [GPLI/SMED]
Benedito Andrade [GPLI/SMED]
17:00 – Encerramento das atividades do encontro.

17/09/2010

Laptops começam a ser distribuídos em escolas na semana que vem


A partir da próxima semana, começam a ser entregues os últimos computadores do projeto-piloto Um Computador Por Aluno (UCA). Até o fim de setembro, serão distribuídos 150.000 laptops em 300 escolas de todo o país, informou o Ministério da Educação (MEC).

Inspirado na proposta da ONG One Laptop Per Child (OLPC), o UCA é uma parceria entre o MEC, estados e municípios. O objetivo é melhorar a educação por meio das novas tecnologias.

“Com o computador, os alunos têm acesso a fontes de informações diversas, além de ter nas mãos a possibilidade de se expressar por linguagens multimidiáticas”, explicou Simão Marinho assessor pedagógico do projeto em entrevista a VEJA.com. “O laptop do UCA é computador, mas também comunicador, telefone, câmera de vídeo e fotográfica, gravador digital, entre outros.”, acrescenta.

Implementado em diversos países, até agora poucos conseguiram atingir 100% dos alunos. Na América Latina, o único país que conseguiu dar um laptop para cada criança foi o Uruguai.

Fonte:
Veja online, 15/09/2010
http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/um-computador-por-aluno-entregara-mais-150-mil-laptops

Por que professores e escolas não caem nas redes sociais?
Simão Marinho, da PUC-MG, fala sobre as dificuldade de integrar educação e sites

Uma pesquisa realizada pelo Ibope revelou que 87% dos usuários de internet do país utilizam uma rede social - 83% deles usam esses serviços para finalidades pessoais. É legítimo supor que estudantes e professores também se relacionam por meio daqueles sites. Contudo, se as redes são hoje território da amizade, da diversão e da paquera, ainda é difícil pensar em usos pedagógicos para a ferramenta. Pelo menos é isso que conclui Simão Marinho, coordenador do programa de pós-graduação em educação da PUC-MG e assessor pedagógico do programa Um Computador por Aluno, do governo federal. “A escola é como uma cidade com muros que a limitam. Já o Facebook ou o Orkut são inverso disso – são praças públicas onde podemos encontrar todo o tipo de elemento”. E isso, segundo o especialista, assusta escolas e professores. Confirma a seguir os principais trechos da entrevista com Marinho, convidado a falar sobre o tema em um painel especial da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que se encerra neste domingo.



As redes sociais já fazem parte da educação?

Do ponto de vista pedagógico, acredito que ainda não há nenhum impacto das redes sociais virtuais na educação. Fora da escola, ou mesmo para entrar em contato com os amigos da escola, os alunos fazem uso das redes – Orkut, Facebook, MySpace –, mas elas ainda não são usadas para outros fins.

Quais os entraves à aproximação entre escolas e redes digitais?

A primeira dificuldade está na estrutura da escola e na postura do professor. Dificilmente, eles chegariam ao modelo ideal de rede, que é aquela que não tem centro, não tem comando nem poder. Dentro dessa estrutura, vejo uma enorme dificuldade para a escola fazer uso dessas redes porque seria preciso que os que os professores não se sentissem comandando alunos, determinando tarefas. Além disso, existem alguns riscos nas redes sociais que a escola não quer assumir, como o da segurança, do bullying e da pedofilia. Por tudo isso acredito que hoje a escola não está na rede, e a rede não está na escola.

A liberdade característica das redes sociais é um empecilho?

Sim. A escola é como uma cidade com muros que a limitam. Já o Facebook ou o Orkut são inverso disso – são praças públicas onde podemos encontrar todo o tipo de elemento, do mais benigno ao mais nocivo. Isso sem dúvida é um complicador, porque nem todos que estão ali são os parceiros de escola.

Se a escola ainda não está na rede, o senhor sente uma demanda dos alunos para que ela esteja?

Acho que os alunos não estão interessados nesse envolvimento. Se você descola da questão educacional, eles se envolvem nas redes e até abordam questões ligadas à escola, mas não são questões ligadas ao aprendizado. Tive acesso a uma pesquisa nos Estados Unidos onde a maioria dos alunos pedia aos professores que não estabelecessem contato nas redes sociais. É como se dissessem: ‘Acabou a hora da aula, não quero mais falar com você’. Isso acontece, em parte, porque os alunos usam essas redes inclusive para criticar os professores. O Orkut, por exemplo, tem aquelas comunidades ‘Eu odeio o professor fulano’. Então os alunos não querem o professor na rede. Com esse tipo de uso, a escola fica ainda mais desconfiada em usar as redes.

Fora da sala de aula, os alunos e até os professores fazem uso das redes sociais por lazer. Transformar esse lazer em aprendizado é um desafio?

É um grande desafio. O ideal seria que o aprendizado tivesse o mesmo gosto saboroso do lazer e fosse uma fruta tão tentadora e suculenta quando a fruta da diversão. Porque os alunos e professores vão atrás disso nas redes sociais, eles querem a conversa afiada com o amigo, trocar ideias, fazer planos para o fim de semana. Algumas escolas isoladamente já conseguiram superar esse desafio, mas são poucas. Não estou dizendo que não funcione, mas acredito que ainda não encontramos a fórmula para isso.

Quais seriam as vantagens de uma escola integrada às redes sociais?

A vantagem maior seria que as escolas, os professores e os alunos conversassem entre si e trocassem experiências. Mas a discussões deveria girar em torno da educação ou a rede social vira apenas um playground, uma área de lazer e entretenimento. E para que isso aconteça é preciso que cada nó dessa rede tenha uma importância e contribua para a discussão, porque a comunicação por esse meio pressupõe igualdade, sem ninguém controlando as cordinhas da rede. E acredito que esse seja um complicador para as escolas.

O que escolas e educadores devem evitar em matéria de redes sociais?

Os professores não devem reprisar na virtualidade aquilo que está acontecendo na sala de aula, ou seja, devem buscar expandir na internet os conteúdos ensinados na escola. Os conteúdos são importantes, mas tratar de assuntos que extrapolem o aprendizado também pode ser interessante. Por exemplo, professores e alunos podem discutir o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nas redes sociais. Podem – e devem – discutir o vestibular, dificuldades, carreira. Se a escola começar a criar essas espaços e fóruns, pode ser que a rede funcione.

Alguns entusiastas defendem que o bom uso das redes sociais pode funcionar como catalisador da reinvenção da escola. O senhor acredita nisso?

Isso é coisa de entusiasta! Não podemos jogar na ferramenta o peso da inovação pedagógica. Nenhuma máquina muda a escola. O que muda a escola é o professor e não acredito que apenas o fato de ele se integrar a uma rede social mude alguma coisa. Antes disso, ele precisa entender que a educação hoje tem um outro significado. Hoje o professor já não é a única fonte de informação que ele aluno tem. Ele precisa entender que o papel dele é criar estratégias para que o aluno aprenda, seja com a escola, com a internet, com o celular ou com o livro.

O senhor é assessor pedagógico do programa do governo federal Um Computador por Aluno (UCA). O que de fato os alunos desenvolvem com a ajuda do computador?

Com o computador, eles têm acesso a fontes de informações diversas, além de ter nas mãos a possibilidade de se expressar por linguagens multimidiáticas. O laptop do UCA é computador, comunicador, telefone, câmera de vídeo e fotográfica, gravador digital, entre outros. Ele é fundamentalmente um instrumento para a linguagem múltipla que eu utilizo quando preciso. E junto com a discussão da inovação tecnológica tentamos discutir a inovação pedagógica. E só assim poderemos transformar a escola.

Fonte: Veja online, 20/8/2010
http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/por-que-professores-e-escolas-nao-caem-nas-redes-sociais

06/09/2010

Para o uso responsável e seguro da internet

A GVT, operadora de telefonia e internet,  criou o site "Guia para o uso responsável da Internet" para ajudar criançaspais e professores quanto ao uso da internet, na perspectriva da segurança para  navegar e explorar esse praticamente imensurável mundo de informação.
O site oferece dicas sobre segurança e a netiqueta, trata do lixo eletrônico, traz jogos e brincadeiras e oferece um glossário bastante interessante.
Para os professores há inclusive dicas sobre como usar a web para ensinar.
Vídeos sobre o uso responsável e sobre o projeto "Educando GVT" estão disponíveis.
 Um guia para crianças sobre uso responsável da internet, com 19 páginas, está disponível para download gratuito, em arquivo PDF.

05/09/2010

Palestra sobre computador 1:1 e educação digital

No último dia 2 de setembro, no Bahia Othon Palace, em Salvador, na Bahia, aconteceu o Seminário "Um estudante, um computador".
O evento foi organizado pela Momento Editorial, que publica a revista ARede,  e pelo Grupo de Pesquisa "Educação, Comunicação e Tecnologias", vinculado à Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia, e contou com o patrocínio da Intel.
No evento, o professor Simão Pedro Pedro P. Marinho fez a palestra "O que é o conceito 1 para 1. A educação digital".

Programação do evento

 

O conceito 1:1 e a educação em um mundo digital

Apresentação do professor Simão Pedro Pedro P. Marinho  na palestra "O que é o conceito 1 para 1. A educação digital", no Seminário "Um estudante, um computador",  realizado em Salvador, Bahia, em 2 de setembro de 2010.


25/08/2010

Riscos na internet. Orientando para a navegação segura

A internet é tudo e é nada.
É uma imensa biblioteca, ao mesmo tempo em que talvez seja o maior depósito de lixo, ainda que virtual, já criado pela humanidade.
É um universo de informações. É hoje nosso maior "canal de comunicação" entre pessoas e instituições.
Mas, como qualquer espaço público, a internet abriga riscos.
Da mesma maneira que no espaço do chamado "mundo real" existem ladrões, pessoas que humilham semelhantes, caluniadores e difamadores, pedófilos, racistas, encontraremos na internet crimes cibernéticos, violações a direitos humanos, crimes de preconceito, cyberbullying, abuso sexual inclusive contra menores de idade.
Afinal, a internet, embora uma rede física de computadores, é feita pelos seus usuários. A rede é essencialmente as pessoas que se conectam.

Como qualquer espaço, a internet exige aos usuários cuidados, atenção.
Uma preocupação forte hoje, e perfeitamente justificada, diz respeito à necessidade de que  crianças e adolescentes, que se tornam internautas cedo,  sejam orientados para a utilização mais segura da internet.
Uma contribuição para esse uso mais seguro por parte de menores vem da Childhood Brasil, um  braço da World Childhood Foundation, organização -  criada, em 1999, pela Rainha Silvia, da Suécia - para defender os direitos da infância e promover melhores condições de vida para crianças em situação de vulnerabilidade em todo o mundo.
A  Childhood Brasil pulblicou a cartilha "Navegar com Segurança", através da qual oferece dicas e informações importantes para que pais e professores possam ser proativos na prevenção dos problemas decorrentes de um uso descuidado da rede mundial de computadores.A cartilha, que em sua segunda edição já alcançou meio milhão de exemplares distribuídos, está disponível na internet.
Para ver e copiar, gratuitamente, a cartilha basta clicar
aqui.

24/08/2010

UCA em Belo Horizonte

Hoje, os professores Simão Pedro P. Marinho e Alessandra Marinho, que integram o grupo UCA na PUC Minas, estiveram reunidos na GPLI, da Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte.
Com a professora Corina Corina Soares Giovanini, titular da Gerência de Planejamento e Informaçã - GPLI, e o prof Benedito C. Andrade Júnior, foram discutidos estratégias e calendário para a atividade de planejamento estratégico da formação de professores e gestores das escolas municipais Padre Guilherme Peters e Levindo Lopes, escolas UCA em Belo Horizonte.

22/08/2010

Por que professores e escolas não caem nas redes sociais?

Laptop educacional

Vídeo institucional da CCE que foi a vencedora do pregão do FNDE e fornece os laptops Classmate do projeto UCA.



16/08/2010

O futuro da pesquisa no Projeto UCA

Em Brasília, nos dias 16 e 17 de agosto, acontece uma  reunião conjunta entre a Presidência da República, MEC/SEED, CNPq e CAPES com o objetivo de definir estratégias para a organização de linhas especiais de fomento a pesquisas sobre o uso de tecnologia móvel, tendo como referência o Projeto UCA.
O professor Simão Pedro P. Marinho participa da reunião na qualidade de membro do grupo de pesquisa do GT do Projeto UCA.

04/08/2010

Grupo Uca Minas faz arranjos finais para início da formação a distância

Em reunião nesta terça-feira,3, foram traçadas as estratégias para as próximas etapas. A professora Carmem Lúcia faz um balanço do encontro:

Reunião geral do grupo UCA/PUC Minas - avaliação de módulos da formação on-line

03/08/2010

Nova reunião do grupo de formação da PUC Minas

O grupo PUC Minas continua sua preparação para a formação on-line de professores e gestores das escolas de Tiradentes, prevista para se iniciar em 9 de agosto próximo. 

Hoje foi dia de mais uma reunião geral do grupo UCA na PUC Minas. 

Constaram da pauta dessa reunião
  • avaliação da formação presencial realizada em Tiradentes no período de 5 a 16/julho;
  • continuação da preparação do pessoal da PUC Minas para o uso do e-Proinfo;
  • apresentação e discussão do Módulo 3A, da formação on-line.

28/07/2010

Mesa sobre o Projeto UCA no WIE 2010

No dia 22 de julho de 2010, dentro da programação do XVI Workshop Sobre Informática na Escola, evento que integrou o XXX Congresso da Sociedade Brasileira de Computação, realizado no campus Coração Eucarístico da PUC Minas, em Belo Horizonte, foi realizada a mesa "Programa Um Computador por Aluno (UCA): da ousadia tecnológica à inovação educacional", sob coordenação do prof. Simão Pedro P. Marinho, do Programa de Pós-graduação em Educação da PUC Minas, membro do GT do Projeto UCA e coordenador do grupo UCA de formação e acompanhamento na PUC Minas.


Participaram da mesa os professores Isabel Franchi Cappelletti, José Armando Valente, Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida e Pedro Andrade.

Na abertura da mesa, o professor Pedro Andrade, da Secretaria de Educação a Distãncia do MEC,  abordou as concepções e os princípios pedagógicos do Projeto UCA.








Em seguida a professora Dra. Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida, da PUC/SP, apresentou a proposta de formação de professores e gestores no Projeto, tendo como referência uma experiência anterior de formação realizada em Palmas, TO, e estudos feitos junto a alunos e professores em São Paulo.





O professor Dr. José Armando Valente, da UNICAMP,  apresentou um estudo sobre o uso do laptop 1:1 em escolas de diversos países e destacou a importância da pesquisa no Projeto UCA. Em seguida mostrou a atual proposta que será submetida ao CNPq e demais agências de fomento à pesquisa.
 



No fechamento, a professora Isabel Cappelletti, da PUC/SP,  chamou a atenção para as tendências atuais de avaliação de políticas públicas na educação e mostrou o desenho da avaliação do Projeto UCA, do diagnóstico aos seus impactos.


>

Calendário da formação em Tiradentes

Concluída a formação do módulo 1, presencial, foi elaborado um calendário da formação nos demais módulos, a ser realizada essencialmente on-line.
O calendário está sujeito a alteração.


 

20/07/2010

Memórias da Formação UCA em Tiradentes. Julho de 2010

Porque lembrar é preciso.



19/07/2010

Prof. Simão Pedro Pinto Marinho, Coordenador do Grupo de Formação e Pesquisa do UCA Minas

Depoimentos de professores do UCA Tiradentes

O aluno na educação on-line. Preparando para a continuidade da formação

A continuidade da formação no Projeto UCA Total em Tiradentes será essencialmente on-line, através de módulos que serão desenvolvidos no ambiente e-Proinfo.
Por isso, no fechamento da primeira parte da formação, na última sexta-feira, em Tiradentes, a professora Alessandra M. S. Marinho conversou com professores e gestores sobre o aluno na educação a distância, chamando a atenção para aspectos essenciais para garantir seu melhor aproveitamento.

No último dia 16 de julho, no fechamento do Módulo I da formação  do Projeto UCA Total em Tiradentes, o professor Simão Pedro P. Marinho apresentou aos professores e gestores o que está planejado para a continuidade da formação, essencialmente on-line, através da plataforma e-Proinfo do MEC.

Secretária de Educação de Tiradentes fala sobre Projeto UCA e Tiradentes Digital

15/07/2010

UCA Minas em Tiradentes

Formação de Professores em Tiradentes

14/07/2010

UCA Minas em Tiradentes


















Fonte: http://www.uca.org.br/

13/07/2010

Parte 4 do Manual sobre o Classmate, desenvovido pela equipe UCA na PUC Minas, a ser utilizado na continuidade da formação de professores e gestores no Projeto UCA Total em Tiradentes.



Formação UCA - Preparação para utilização do e-Proinfo

A Formação Brasil do Projeto UCA em Tiradentes continua. Nos dais 12 e 13 o acesso ao e-Proinfo, o ambiente virtual que será utilizado na formação on-line, nos módulos de II a V.


09/07/2010

Memórias visuais da formação em Tiradentes

Imagens da formação de professores e gestores das escolas municipais e estadual de Tiradentes no Projeto UCA no dia 5 de julho de 2010.
Na abertura da formação, o prefeito de Tiradentes fez a entrega simbólica do primeiro laptop.


Formação para a apropriação tecnológica no UCA Total Tiradentes

Agenda da formação UCA Total em Tiradentes, no período de 5 a 16 de julho de 2010.
Na continuidade da formação de professores e gestores no Projeto UCA Total em Tiradentes, no dia 10 de julho, o professor Jorge Dantas estará utilizando a parte 3 do Manual sobre o Classmate.



06/07/2010

Manual na formação

A formação de professores e gestores do UCA Total Tiradentes continua.
E novos materiais a serem usados na formação para a apropriação do Clasmate vão sendo desenvolvidos e utilizados pelos professores e gestores das escolas das redes municipal e estadual na cidade.
A parte 2 estará sendo usada nas atividades de formação no período de 7 a 9 de julho.



03/07/2010

Na próxima segunda, dia 5 de julho, inicia-se a Formação Brasil no UCA Total na cidade de Tiradentes, em Minas Gerais
Entre professores, gestores e técnicos do NTM serão 78 pessoas iniciando sua formação.
No período de 5 a 16 de julho estará sendo desenvolvido o Módulo I da formação, que compreende a apropriação tecnológica. O propósito é permitir ao pessoal um domínio sobre o Classmate, o laptop do Projeto UCA.
A equipe UCA na PUC Minas está preparando uma série de pequenos manuais de uso do laptop.
A primeira parte está on-line.



22/06/2010

Fornação do grupo PUC Minas

Hoje o grupo de formação e pesquisa da PUC Minas no Projeto UCA deu início à sua formação.
Jorge Dantas e Túlio Nogueira conduziram "aproximação" tecnológica. Momento de conhecer o laptop, explorar alguns recursos básicos.
E na semana que vem tem mais.

Alguns momentos da formação foram registrados.
Em breve aqui estará um vídeo com algumas cenas das atividades. Por enquanto fica apenas o registro por fotografias.


20/06/2010

A formação em Tiradentes


Vanessa Luciene, tutora do UCA Minas explica as etapas de formação dos professores em Minas

Os recursos do laptop



Jorge Dantas, formador do UCA Minas, fala sobre os recursos do laptop

16/06/2010

Site do UCA

Está no ar o site do projeto "Um Computador por Aluno".
Ali estão informações sobre o UCA desde a sua primeira etapa, na aventura em 5 escolas, até a fase do piloto que já se iniciou em algumas escolas distribuídas pelo país.
É clicar aqui e ver.
É um site que deve ser visitado com frequência, porque novidades estarão sempre sendo disponibilizadas na medida em que as atividades nas 300 escolas que constituem o grupo no piloto avancem.

21/05/2010

Aproximação tecnológica

Na última 5a feira, dia 20 de maio, integrantes do Grupo de Formação e Pesquisa do UCA na PUC Minas estiveram em reunião.

Foram várias as atividades. Além dos relatos sobre os encontros ocorridos em Tiradentes e Brasília, foi realizada a aproximação tecnológica, quando todos puderam estar em contacto com o Classmate PC, o laptop do ProUCA, e fazer uma exploração inicial.

Em breve, toda a equipe estará participando da primeira etapa de formação, quando fará a sua apropriação tecnológica, que inclui conhecimentos sobre o manuseio do laptop, do Edusyst, da Metasys,  e ainda do ambiente e-Proinfo, que será utilizado na formação, a distância, de professores e gestores das escolas de Minas Gerais que participam do ProUCA.

Ao final da reunião cada integrante levou consigo um laptop para realizar testes.